Faça dinheiro sem esforço

segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Particípio Passado

Formas regular e irregular

O particípio passado pode tomar duas formas: regular e irregular.

Regra geral

O particípio passado, que deriva do infinitivo impessoal, tem as seguintes terminações:

· -ado (verbos de tema em -a-, como cantar, cantado);
· -ido (verbos de tema em -e- e -i-, como comer, comido; fugir, fugido).



Excepções

Há verbos que não seguem esta regra:

· abrir (aberto), cobrir (coberto), dizer (dito), escrever (escrito), fazer (feito), ganhar (ganho), gastar (gasto), pagar (pago), pôr (posto), ver (visto), vir (vindo).

Verbos com duas formas de particípio

Alguns verbos apresentam duas formas de particípio: uma forma regular e uma forma irregular.

Forma regular

De comum, a forma regular emprega-se com os auxiliares ter e haver:

Obrigado por ter (haver) aceitado o meu convite;
Ele deve ter morrido há um ano.


Forma irregular
Comummente, a forma irregular usa-se com os auxiliares ser e estar:

O requerimento não foi aceite pelo tribunal;
Ele foi morto com um tiro;
O teu convite está aceite.

Olívia Maria Figueiredo e Eunice Barbieri de Figueiredo, Prontuário Actual da Língua Portuguesa, Asa Editores

A Pedido

Qual das formas está correcta?

«ficou encarregado» ou «ficou encarregue»

«foi empregado» ou «foi empregue»

As formas irregulares empregam-se com os verbos andar, ser, estar, ficar, ir e vir: «Andamos mortos de cansaço», «Fiquei preso ao arame», (In Guia Prático dos Verbos Portugueses, de Deolinda Monteiro e Beatriz Pessoa, Lidel, Edições Técnicas, Lda., Lisboa, Porto, Coimbra).


Assim sendo, a utilização actual da língua leva-nos a dizer «ficou encarregue» e «foi empregue»:

Ele ficou encarregue de realizar esse trabalho.
Foi empregue muita força para levantar a descomunal pedra.

1 comentário:

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado