Faça dinheiro sem esforço

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Jorge Colombo "revisita" Álvaro de Campos

«Ele vive há 20 anos em território americano. É português e ilustrador de origem. Como Álvaro de Campos, poderia fazer a apologia urbana, mas as suas fotografias parecem preferir a intimidade das pessoas e os grafismos omnipresentes das cidades. Ele, Jorge Colombo, vestiu a pele de Álvaro de Campos e o resultado, a exposição Lisboa Revisitada, pode ser visto a partir de hoje, 15, na Casa Fernando Pessoa. Ou será que deveríamos dizer Casa Álvaro de Campos? É que a instituição, dirigida por Inês Pedrosa, vai homenagear cada um dos heterónimos de Fernando Pessoa, durante 2009, começando o trimestre com o engenheiro naval Álvaro de Campos. Esse, o da Ode Triunfal, dos longos poemas que denunciam a vontade de «sentir tudo de todas as maneiras», do fascínio pela maquinaria e pelo progresso, o que se sente homem citadino acima de tudo. A Lisboa de Colombo é a que Álvaro poderia ver nos dias de hoje, dos mistérios da maquinaria à euforia das grandes obras e à solidão urbana.»
Retirado da revista Visão, de 15 de Janeiro



Algumas fotos da exposição Lisboa Revisitada




...

Sem comentários: